Tudo o que precisa de saber sobre websites

Ter um website

97% das pessoas procuram, por comércio local, primeiro na internet.

Por mais pequeno que o seu negócio seja, é mais do que válido e útil ter um website. Esta é uma realidade que para além já bem estabelecida é já requisito mínimo. No tempo em que vivemos toda a gente procura toda a gente (e empresas) na web. Muito antes de ir lá fisicamente, toda a informação que precisamos ou que iremos precisar está na net. Já nem é nos telemóveis, é mesmo na net. Qualquer que seja o assunto, “perguntamos à net”. Pesquisamos uma certa loja, pessoa ou negócio na net até para obter informações de como contactar telefonicamente ou por email, ou encontrar fisicamente essa pessoa ou negócio. Logo, não estar na net é o mesmo que não existir, tão simples quanto isto. Isto numa altura em que, embora muito boa, a cobertura de internet ainda não cobre 100% dos locais, com a novas tecnologias, como por exemplo o 5G, ainda seremos mais dependentes da web.

Felizmente, com enorme necessidade de se fazer presente na internet também se multiplicam as ferramentas para o fazer. Que vão dos 0€ (quase, exemplo a google) às dezenas de milhar de euros. Sobre este assunto é importante referir que ter um website online não é o mesmo que comprar um produto que se adquire uma vez e já está, ter uma presença online é sempre um serviço que se aluga em troca de algo… e haverá sempre despesa associada. Logo, aquilo que parece ser mais barato ao início acaba rapidamente por se revelar bem mais caro.

Tipos de sites, pela sua função.

Se está à procura de informação sobre construção de sites ou sobre agências de web design que os constroem, muito provavelmente, já se deparou com a prática de classificar os sites em três tipos: Blog, Site Institucional e Loja Online. O pode ser pouco vago, ou, pelo menos, pouco informativo, porque o seu site pode ser, ou poderá vir a ser, a mistura de dois destes tipos ou até os três tipos de site aqui descritos.

Para clarificar um pouco quais as diferenças entre estes tipos de site são:

  • Blog – website que servir maioritariamente para publicar artigos informativos e cultivar, fazer crescer, uma lista cada vez maior de leitores.
  • Site institucional – Website pensado e concebido para projetar a imagem da sua empresa, dos produtos que esta disponibiliza e atualmente, mais do que nunca, dos valores da mesma.
  • Loja online – Como o próprio nome indica é um site concebido de raiz com a finalidade de ser uma loja que funciona interruptamente a vender os seus produtos.

Com a evolução do mercado, e consequentemente com a evolução de como as marcas se relacionam com o seu publico alvo, há, cada vez mais, a necessidade de os websites serem uma misturas destes três. O mesmo site que anteriormente seria só uma espécie de brochura online agora já se justifica ir criando conteúdo para manter uma relação continua e cada vez mais próxima com os clientes, estabelecer autoridade numa certa área e subir no ranking de pesquisas (não pagas) e por último, porque não, até vender alguns dos produtos que online, se não todos.

Tipos de site, por preço

Iremos aqui também classificar os tipos de website em três grupos:

  • Os templates; websites já pré feitos, de forma genérica, e que são revendidos o maior número de vezes possível.
  • Os websites que são construídos por si através de ferramentas disponibilizadas online.
  • Os que são construídos de raiz para o seu caso em particular, por uma agência, a pensar realmente no seu caso em específico e nas necessidades da sua empresa.

O primeiro grupo são websites “pronto a usar” que são ma verdade um website já feito de uma forma genérica, por vezes orientados para um certo ramo de atividade.

Este tipo de website é anunciado com atributos parecem ser demasiado bons para ser verdade… desde 350€ por ano (+ despesas de registo de domínio e extras) e pronto em tempos e fazer inveja a qualquer equipa Pit stop, desde 24h até 5 dias. Não se esqueça é fica fidelizado durante pelo menos dois anos (geralmente) e que terá de fornecer todo o conteúdo, sem ajuda, e que só terá direito a uma revisão.

O objetivo aqui é vender o maior número de sites (idênticos) possível. Logo aqui se dilui o especto profissional, e como são vendidos muitos sites e alojados todos no mesmo local estes acabam por sofrer consequências graves no seu funcionamento.

Há duas coisas que deve saber antes de escolher este tipo de websites:

  • Este tipo de website não é personalizável! Vemos muitas vezes o uso do termo personalizável de forma demasiado solta, de forma a induzir em erro. Mudar uma fotografia ou a cor de um bloco ou pequenas alterações do género, para nós, não é, de todo, personalização. Personalizável é o cliente poder escolher todos os aspetos visuais e de funcionalidades operacionais do website de forma a ser concordante com empresa e com a mensagem que a empresa que passar ao cliente. Nestes websites a maior parte das configurações relevantes estão bloqueadas ou inacessíveis ao utilizador.
  • Depois de pronto, se quiser atualizar conteúdo ou até fazer pequenas alterações, terá de ser o cliente a descobrir como se configura o template de um website em WordPress. Se quiser começar a tirar um curso de código em PHP (WordPress) e se não se importar de perder horas e até meses a aprender a construir websites em WordPress, com muitas frustrações à mistura, pois então vá em frente. Mas não será fácil. E não é, certamente, fácil como o que anunciam.

Se valoriza o seu tempo e dinheiro, não aconselhamos este tipo de proposta até porque esta forma de trabalhar em WordPress já está desatualizada e não serve o melhor interesse dos clientes para além de que como o seu preço é diluído pelo tempo, depressa irá descobrir que não fica muito mais barato do que um site feito por uma agência. Já para não falar de que provavelmente irá descobrir que afinal precisa de descartar este e comprar um outro website.  

Se realmente quer mesmo construir um website e não pretende tirar um curso de web design existem outras soluções melhores.

Uma nova era na construção de sites

Uma dúvida muito comum é: “porque é que eu deveria pedir a uma agência para construir meu site se posso fazer isso de forma barata por intermédio de um serviço como Wix, Shopify ou Squarespace?”

O mercado está inundado com construtores de sites “faça você mesmo” como esses, e por um bom motivo. É mais importante do que nunca ter uma presença online – independentemente do que quer alcançar com o seu negócio. No entanto, como consegue essa presença pode fazer toda a diferença.

Então, sem mais delongas, vamos explorar os prós e os contras de usar construtores de sites DIY em comparação com a contratação de uma agência profissional de web design.

O que é um Construtor de Sites?

Essas são ferramentas que permitem criar um site sem muito (ou mesmo nenhum) conhecimento técnico e de codificação. Este tipo de software tem, geralmente, elementos de “arrastar e soltar” que permitem colocar o conteúdo dentro de parâmetros definidos – sem ter de perder a cabeça com linguagens de codificação como HTML ou CSS. Nas suas campanhas de marketing, estas empresas geralmente enfatizam a rápida implementação de alterações no seu site e os seus modelos de preços relativamente simples. Isso pode parecer ideal, mas podem não ser a melhor escolha se está a tentar ter um website com impacto positivo e que transmita profissionalismo. Vale a pena referir que nos vídeos de demostração deste tipo de websites tudo é muito rápido e fluído, assim como uma dança de ballet…, mas como uma dança só será fluida quando já se sabe muito bem o que se faz e depois de ter ensaiando muito.

O que é uma Agência de Web Design?

Uma agência de web design desenha, de facto, websites com um único cliente em mente em vez de revender o mesmo modelo o maior número de vezes possível. Numa agência de web design, encontrará uma equipa de um ou mais profissionais (designers, linguistas e marketers) especializados em várias áreas que fornecem serviços de desenvolvimento, design e de suporte para a sua empresa. Da mesma forma, não precisa se preocupar com linguagens de codificação ou mesmo saber nada sobre sites para contratar os serviços de uma agência. As agências nem sempre oferecem a solução mais rápida ou barata, mas é muito mais provável que alcance um resultado eficaz e duradouro, totalmente adaptado às suas necessidades. Além disso, como terá acesso à experiência e ao conhecimento de profissionais experientes de várias áreas terá, certamente, um website que lhe resistirá muito mais tempo sem ter de fazer grandes alterações, e as alterações que fizer serão de fácil execução por qualquer elemento da sua equipa.

Vantagens das ferramentas de construção de sites

São baratos

Esta é a vantagem mais importante para muitos webmasters iniciantes. Superficialmente, as ferramentas de construção DIY parecem ser uma opção mais barata do que contratar uma agência para construir seu site. Estas empresas cobram uma taxa mensal ou anual para que possa usar seus serviços, que podem incluir tudo que precisa para operar o site – em alguns casos, agrupando alojamento e registo de nome de domínio tudo num só pacote.

Normalmente são bastante fáceis de usar

As empresas que fazem software de construção de sites desejam atrair o maior número possível de usuários, portanto, devem levar em consideração todos os níveis de experiência. Portanto, as suas ferramentas são geralmente bastante simples de utilizar. Um dos seus principais pontos de venda é não ter que mexer com nenhum código complicado, coisa que certamente aconteceria no exemplo anterior, o que os torna ótimos para quem não tem experiência com sites. Tanto a configuração quanto a manutenção contínua são relativamente fáceis.

Desvantagens das ferramentas de construção de sites

A configuração é um pouco intensiva, em mão de obra

Não importa o quão fácil seja a interface de um construtor DIY, a verdade é que estará, de facto, a construir um website do zero. O dono do website está inteiramente por conta própria em termos de criação e preparação de conteúdo, como reunir informação relevante, a criação de textos, a obtenção de fotografias, gráficos e cópias originais… e pode não ter necessariamente um profissional de marketing treinado, disponível para desempenhar o papel de “amigo crítico”. A empresa dona do software de construção deste tipo de sites até pode disponibilizar um modelo básico de layout, mas o resto está inteiramente nas suas mãos.

Os modelos de sites podem ser bastante rígidos e limitantes

No geral, os sites criados com ferramentas de construtor são fortemente orientados a modelos já pré-existentes, portanto, podem ter uma aparência bastante semelhante. A verdade é que é muito difícil começar um website do zero sem qualquer referência, e os modelos que existem já pré feitos, existem para que as pessoas possam ter algo para começar. O problema é que os layouts devem ser gerais o suficiente para acomodar todo o tipo de sites, o que origina a que estes tenham uma certa aparência simples e homogeneizada. Da mesma forma, estes podem ser bastante inflexíveis em termos de conteúdo e SEO, permitindo apenas o upload de conteúdo dentro das diretrizes predefinidas.

Pode ser difícil exportar seu conteúdo e seguir em frente

Este é um ponto que muitas vezes é esquecido ao ponderar os construtores de sites. Como o software de construção é, geralmente, totalmente propriedade da empresa em questão, estes tendem a ser bastante inflexíveis em termos de exportação ou movimentação do seu conteúdo para outra plataforma. Em comparação, os desenvolvedores da web geralmente dependem de plataformas de gerenciamento de conteúdo de código aberto como WordPress ou Magento, que tendem a permitir mais funcionalidade em termos de importação e exportação. Portanto, quando seu negócio inevitavelmente crescer e se desenvolver, você precisará que o seu site seja redesenhado para refletir isso. Com isso em mente, uma agência pode ser a melhor aliada para o acompanhar.

Pode ser caro a longo prazo

Sim, as ferramentas do builder podem parecer a opção mais barata à primeira vista, mas ao longo do tempo essas taxas mensais começam a acumular numa despesa maior. Há um investimento inicial maior quando contrata uma agência para criar o seu site, mas geralmente é só esse o custo a pagar, à exceção dos custos contínuos de alojamento, domínio e manutenção. Que está sempre presente em qualquer um dos casos.

Quando os custos deste tipo de sites são divididos numa taxa mensal fácil e de aparência relativamente indolor é fácil ignorar isso. Mas inevitavelmente chegará um ponto em que gastará mais na ferramenta de construção do que gastaria com uma agência, dinheiro que pode ser mais bem empregue em coisas como campanhas PPC ou suporte contínuo de marketing de conteúdo.

Suporte ao cliente em massa e impessoal

Este é um grande problema, na nossa opinião. Devido à crescente popularidade deste tipo de serviço, as empresas em questão são cada vez menos capazes de dedicar atenção imediata e personalizada ao problema de cada cliente. Se tiver um problema urgente com seu site, irá, provavelmente, encontrar-se numa situação em que estará refém do tempo de espera necessário para que o sistema de tíquetes de suporte online lhe dê a oportunidade de falar com outra pessoa. As agências de web design podem variar nesse especto, mas, usualmente, uma organização de pequeno a médio porte prioriza a solução de quaisquer problemas o mais rápido possível, pois níveis de serviço insatisfatórios podem afetar severamente a sua reputação e, consequentemente, seus resultados financeiros.

Vantagens das agências de web design

Serviço consultivo mais pessoal

As agências estão focadas na criação de resultados excelentes para cada um dos seus clientes e frequentemente passam muito tempo com cada cliente discutindo as suas necessidades e preferências específicas. Essa abordagem ajuda agências como a nossa a criar algo que seja uma verdadeira representação do seu negócio e marca. Estas são também capazes de oferecer uma abordagem consultiva, sugerindo coisas que podem funcionar melhor ou ideias que não tinha pensado – tudo resultando numa melhor experiência de utilizador e possibilidades de ROI potencialmente mais amplas.

Seu site será totalmente único

Agências profissionais de web design não dependam de modelos “iguais” e são mais voltadas para a criação de algo verdadeiramente único para cada cliente. Estas têm uma enorme consideração pelas suas opiniões e pelas necessidades da sua empresa, atuais e futuras, e constroem um site totalmente à medida a partir do zero, com seus requisitos precisos em mente. Da mesma forma, o layout ou funcionamento do seu website não será travado ou impedido pelas restrições de qualquer ferramenta de construção ou layout; a equipa de design escolherá criteriosamente as tecnologias a utilizar no seu site, de forma a garantir que tenha um website de acordo com o que deseja alcançar.

O melhor em facilidade de uso, sem sombra de dúvida.

As ferramentas do Builder podem ser fáceis de usar, mas trabalhar com uma agência é um serviço totalmente personalizado. Tudo é retirado das suas mãos – não apenas a codificação! Não há curva de aprendizagem ou configuração trabalhosa do seu lado. Na Alor os especialistas em design e marketing fazem o trabalho árduo por si. E tudo é configurado para si, tanto front como Back end fazendo com que a atualização de conteúdo no site o a gestão de base de dados da sua loja online, por exemplo, seja tarefas muito simples de realizar, por até aqui o layout é feito exclusivamente para si. Se preferir, até podermos criar e implementar campanhas de marketing de conteúdo, email marketing PPC, etc.

Suporte contínuo de tecnologia e usabilidade

Digamos que algo inesperado acontece com seu site – o alojamento do seu website deixou de funcionar, seu site foi hackeado, um determinado elemento de design não funciona como previsto ou a velocidade de carregamento seja lenta. Quando trabalha com uma agência, a única coisa que precisa é telefonar. Com o serviço proposto de alojamento e assistência da Alor, provavelmente o problema será resolvido mesmo antes de dar por isso pois mantemos os nossos sites sob vigilância Humana e através de software que nos alerta caso algo não corra como o esperado.

Conselhos personalizados relacionados com marketing na web

Se não estiver particularmente familiarizado com coisas como SEO, otimização de taxa de conversão ou design de experiência do utilizador (UX), o mais provável é que não tenha nada disto em consideração com usa uma ferramenta de construção. No entanto, quando trabalha com uma agência como a Alor o seu website é construído com várias disciplinas SEO, UX e de marketing em mente. As agências atuam como um grande “segundo par de olhos” pois aqui o objetivo não é a quantidade de sites que vendemos, mas sim a qualidade dos mesmos.

Desvantagens das agências de web design

Despesa inicial mais alta

Infelizmente, trabalhar com uma agência de web design tem um custo inicial maior do que usar um construtor de sites. No entanto, uma vez que o site é construído e pago, há apenas taxas de manutenção, registo de domínio e alojamento. Por outro lado, o céu é o limite em termos de custos de construção de sites.

Em troca do custo inicial mais alto de trabalhar com uma agência, você terá acesso a uma equipe de profissionais de design, marketing, linguistas e desenvolvedores experientes com os quais pode debater ideias e aprimorá-las em algo de qualidade invejável.

Tempo de construção de um site.

Contratar os serviços de uma agência dará sempre muito menos trabalho e demorará, com certeza, menos tempo do que em comparação com os construtores de sites, qualquer um deles. Pelo simples facto de que uma agência já tem experiência na construção de sites e, como tal, existe uma série de procedimentos que já estão mais do que aperfeiçoados e padronizados, grande parte deles nem ocorrem a quem não tem experiência em construir sites. Mesmo assim, isso não quer dizer que não precisará de ter algum trabalho e de despender algumas horas reunindo-se com a agência, nomeadamente a escolher fotografias, revisar rascunhos etc. Até pela natureza de uma agência de design que tem a obrigação de aprofundar bem e testar toda e qualquer solução. Pode haver muitas idas e vindas até acertar no seu site, mas este pode ser um pequeno preço a pagar por um site totalmente personalizado que faz tudo o que você precisa e precisará.

Conclusão

Compreendemos a importância dos resultados financeiros de uma empresa – mas como a maioria das coisas, o mais barato acaba por sair bem mais caro.

Obviamente, somos um pouco tendenciosos aqui, mas se o seu orçamento e fluxo de caixa permitirem, trabalhar com uma agência de design é o recomendamos fortemente. Pense nisso como comprar um fato. Podará comprar um fato perfeitamente apresentável e barato, mas é improvável que lhe assente tão bem, que dure tanto ou exale o mesmo nível de sofisticação e requinte como o que foi meticulosamente feito à mão para si.

Da mesma forma, um site que foi desenvolvido pessoalmente por profissionais de marketing e designers de comunicação experientes ajustar-se-á ao seu negócio, será adaptável às mudanças e retratará com precisão sua marca visual nos próximos anos. Resumindo, trabalhar com uma agência competente proporcionará o melhor valor possível a longo prazo.

Portanto, se precisar de um novo site ou simplesmente se quiser saber mais, entre em contato connosco, na Alor. A nossa equipa terá todo o gosto em lhe proporcionar um serviço personalizado para criar um site que atenda às suas necessidades específicas em termos de funcionalidade, suporte técnico, alojamento e otimização de busca.

Não irá escolher o serviço de uma agência para construir o seu website? Não há problema! Ainda podemos ajudar com design gráfico, desenvolvimento de marca e marketing digital. Contacte-nos!

Porque uma imagem vale mais do que mil palavras

Seja na internet, seja numa revista ou panfleto, muito provavelmente o primeiro contacto que os seus potenciais clientes terão com a sua empresa e seus produtos é através de uma fotografia. Por isso, é importante que esta crie impacto e uma boa impressão logo à primeira vista.

Porquê apostar num profissional de fotografia?

Porque o profissionalismo, ou não, transparece e isto condiciona a perceção do cliente sobre si e sobre a sua empresa.

Um profissional de fotografia tem o conhecimento de como “contar a melhor história” através da fotografia por intermédio da luz e sombra.

Este tem também o material profissional necessário criar as melhores imagens.

Um fotógrafo profissional tem a noção da importância dos detalhes e uma visão altamente treinada que dará atenção aos pormenores que possam causar distração/ sensação de desarrumação, aversão e, também aos detalhes que possam valorizar o seu produto ou empresa;

Além disso, um profissional de fotografia tem conhecimento de pós-produção, o que permitirá dar às fotografias um maior impacto visual.

Qual a importância de um vídeo para a minha empresa?

Vídeos prendem atenção e enviam uma mensagem clara para quem assiste, empresas com vídeos bem feitos destacam-se da concorrência e aceleram o seu sucesso.

Os Vídeos Institucionais contam a história da sua empresa, missão e valores. Este tipo de vídeos são uma ótima ferramenta para se conectar com os seus clientes, compartilhar sua paixão e humanizar sua marca. O vídeo institucional, geralmente, apresenta imagens da sua empresa e produtos, com uma trilha sonora e narração sobre as suas especialidades. Alguns vídeos podem incluir membros da equipa a falar sobre o que fazem e por que fazem isso. É tudo sobre criar uma conexão humana com seu cliente e colaboradores.

Visitas virtuais

Num mercado cada vez mais competitivo, e no cenário de pandemia, a tecnologia ganhou ainda mais força para otimizar os negócios.

O objetivo das visitas virtuais não é substituir as visitas físicas ou presenciais aos imóveis, que na maioria das vezes continuarão a ser indispensáveis na decisão de compra ou arrendamento de um imóvel. As visitas virtuais são uma ferramenta complementar em todo o processo, que permitem valorizar o imóvel e filtrar os compradores interessados, ao mesmo tempo que evitas visitas e viagens desnecessárias ao imóvel e traz prestígio para a agência imobiliária.

A visita física dificilmente terá de ser remarcada ou haverá desistência, uma vez que o comprador está mais interessado no imóvel devido à experiência prévia de interação, já o “conhece” e quer apenas ter a experiência de forma presencial.

Num cenário de aumento do tempo média de venda, a realidade virtual permite assim a qualificação mais eficaz de um potencial comprador e, consequentemente, uma maior probabilidade de se efetuar uma transação.

Por outro lado, pode ser utilizada como uma ferramenta de marketing no processo de angariação sendo apresentada como uma vantagem competitiva face à concorrência. É uma boa ferramenta para melhorar a imagem da sua marca e gerar confiança.

O retorno das ferramentas tecnológicas

No idealista, um imóvel com este tipo e serviços ganha posicionamento e visibilidade nas listas de resultados. O número de visitas em detalhe a um anúncio com serviços multimédia aumentou 90% face ao período pré-Covid, enquanto o número de contactos é 92% superior comparativamente a um anúncio sem estes serviços.

O objetivo final é despertar o interesse do comprador e fazer com que este imagine que aquela pode ser a sua casa, então as visitas virtuais são mais eficientes do que uma simples reportagem fotográfica, dado que o potencial comprador assume um papel de ator (interação) e não apenas de mero espetador.

2022 © Todos os direitos reservados